Funcionário do Estado é preso suspeito de furto de carro em Mogi

Funcionário do Estado é preso suspeito de furto de carro em Mogi

Funcionário do Estado é preso suspeito de furto de carro em Mogi

Homem de 37 anos é agente penitenciário e tentou furto na Vila Rubens.
Detido, ele foi encontrado em sua cela com perfuração no pescoço.

Um homem de 37 anos foi flagrado tentando furtar um carro na tarde desta quinta-feira (25), em Mogi das Cruzes. Os policiais que o prenderam descobriram que ele era agente penitenciário. Levado para a delegacia, horas depois ele foi encontrado com um ferimento no pescoço dentro da cela em que estava. O homem foi levado ao Hospiral Luzia de Pinho Melo em estado grave.

O suspeito  foi preso quando tentava furtar um carro que estava estacionado na Avenida Governador Adhemar de Barros, na Vila Rubens. “No primeiro momento, em busca pessoal, encontramos na mochila dele um alicate, chaves de fenda… materiais que poderiam ser usados no furto. Conforme fomos questionando sobre a situação, ele acabou declarando que o carro dele estava lá próximo e que ele realmente estava tentando o furto do veículo”, explica o tenente da PM, Raimundo José Alves de Lima.

No 2º Distrito Policial, em Brás Cubas, a polícia descobriu que o suspeito é agente penitenciário e trabalha no Centro de Detenção Provisória de Mogi das Cruzes. É o que comprova o documento de “agente de segurança penitenciário” encontrado com o homem preso.

Mais tarde, a polícia localizou o carro do suspeito, que estava parado perto do local onde ele foi preso. Dentro do veículo foram encontradas uma pistola calibre 380, muita munição e ferramentas que eram utilizadas para o furto.

A arma está em nome do irmão do suspeito, que, por lei, não poderia carregar o armamento. “Em que pese ele ter o porte de armamento, não está no nome dele, está no nome do irmão dele. Diante disso, a autoridade policial vai fazer também o crime de porte”, conclui o tenente De Lima.

Quando faltava pouco para terminar o  registro do flagrante, todos na delegacia foram surpreendidos quando o suspeito foi encontrado ferido com uma perfuração no pescoço.

Segundo o delegado, o homem tinha sido revistado antes de entrar na cela e estava sozinho. “Por volta das 16h a investigadora plantonista achou estranho o silêncio dele, entrou e era só sangue para tudo que é lado. Eu fui lá e como por sorte nós temos o vizinho que é o Corpo de Bombeiros, na hora ele foi socorrido e levado ao hospital Luzia de Pinho Melo, onde deu entrada com vida, embora esteja em estado grave”, conta o delegado Jorge Luís Esteves.

O hospital Luzia não informou o estado de saúde do homem. Em nota, a Secretaria de Administração Penitenciária disse que vai abrir um processo administrativo contra o agente, que pode resultar na demissão dele.

Fonte: G1

Sobre o Autor

Marco Aurélio administrator

error: Content is protected !!